• Últimas notícias

    quarta-feira, 8 de março de 2017

    Divulgado retrato falado de homem que roubou 150 mil em saidinha

    Divulgado retrato falado de homem que roubou 150 mil em saidinha
    Foto Divulgação
    A delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), divulgou, na manhã desta quarta-feira (8), o retrato falado do homem que atacou o empresário no ramo de produção de vídeos Luiz Antônio Silva Góes, de 50 anos, vítima de saidinha bancária, ontem, nas imediações do Max Center, na Pituba. Ele foi baleado na perna e perdeu a quantia de R$ 150 mil.
    Elaborado pela Coordenação de Topografia, Modelagem e Desenho, do Departamento de Polícia Técnica (DPT), o retrato falado traz informações fornecidas pela vítima, que está internada no Hospital Português. Pela descrição que fez aos técnicos trata-se de um homem alto, moreno, usando óculos escuros, com cabelos e barba rentes à pele. Ele estava armado com um revólver, possivelmente, calibre 38, mas só a perícia poderá confirmar.
    A delegada Maria Selma acompanhou o trabalho de confecção do retrato e aproveitou para obter mais informações com a vítima, uma vez que, pela tarde, a mulher dele já havia comparecido à delegacia e feito o registro de ocorrência. Ela estava com o marido e presenciou tudo. Luiz Antônio explicou que o dinheiro seria para pagamentos a prestadores de serviço, os quais seriam feitos pelo seu sócio na produtora.
    Disse que a abordagem do ladrão foi rápida, pois saiu do banco e, ao chegar ao veículo, estacionado na rua, foi logo abordado. O ladrão se aproximou da janela com a arma na mão e pediu a mochila, que estava com dinheiro. Como demorava para entregá-la, o ladrão entrou pela janela e a pegou, à qual foi puxada pela vítima. Aí, então, houve o disparo, e o assaltante fugiu. Luiz Antônio disse que o ataque foi feito apenas por uma pessoa.
    A delegada Maria Selma, porém, já está analisando as imagens do local e, segundo ela, já foi possível identificar que uma segunda pessoa estava aguardando, à distância, em uma moto. Foi ela quem deu fuga ao comparsa. A delegada também pretende ouvir as poucas pessoas que sabiam do saque do dinheiro, como funcionários do banco, o sócio e o próprio Luiz novamente, assim que ele tiver recebido alta médica. Qualquer informação sobre o paradeiro do assaltante deverá ser encaminha pelo Disque Denúncia, por meio do tel (071) 3235 - 0000, ou para a 16ª DT, nos telefones 71-3116 - 3114 e 3116 - 3118.

    Polícia

    Bahia

    Serrinha