• Últimas notícias

    segunda-feira, 13 de março de 2017

    Traficante que matou compositor em Cajazeiras é preso


    O traficante Ueslei Silva Sarinho, o Heures, de 22 anos, foi preso, nesta segunda-feira (13), por equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), ao tentar fugir da casa do seu irmão, localizada na Rua Pensilvânia, em Castelo Branco, onde estava escondido, desde que matou o compositor Felipe Yves, no último dia 7.
    A prisão ocorreu depois que denúncias anônimas indicavam que o assassino ainda estaria no bairro, na casa de um parente. Já na casa da mãe dele, localizada na mesma rua da casa do irmão, foi encontrado, embaixo de uma sapateira, um revólver calibre 38, que pode ter sido usado no crime contra o compositor.
    Autuado em flagrante, por posse ilegal de arma de fogo, Heures já possuía dois mandados de prisão em aberto por homicídios ocorridos na região de Cajazeiras. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a participação do traficante e sua quadrilha em mais dez assassinatos. A arma será encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica para ser periciada.
    Nesta terça-feira (14), às 11 horas, o Draco e o DHPP, responsável pela investigação, apresentam o traficante à imprensa, no auditório da Polícia Civil, na Rua das Hortênsias, 247, Pituba. A delegada Andrea Ribeiro, coordenadora de Narcóticos do Draco, e o delegado Guilherme Machado, coordenador da 2ª DH Central, conduzem a apresentação. Heures será ouvido ainda esta noite pelos delegados da DH/Central que cuidam do caso.

    Polícia

    Bahia

    Serrinha