• Últimas notícias

    terça-feira, 2 de maio de 2017

    AO SOLTAR DIRCEU, GILMAR ESCULACHA DALLAGNOL


    Voto decisivo na sessão que concedeu liberdade ao ex-ministro José Dirceu, depois de dois anos de prisão preventiva determinada pelo juiz Sergio Moro, o ministro Gilmar Mendes aproveitou para bater duro no procurador Deltan Dallagnol, que, nesta manhã, apresentou nova denúncia para tentar disputar a batalha da opinião pública contra o STF; "Não cabe a procurador da República pressionar o STF", disse ele; segundo Gilmar, a denúncia apresentada nesta terça foi uma "brincadeira juvenil" feita por "jovens que não tiveram vivência institucional"; Gilmar disse ainda aos demais ministros que "se cedêssemos a esse tipo de pressão, deixaríamos de ser o STF"

    Polícia

    Bahia

    Serrinha