• Últimas notícias

    sexta-feira, 2 de junho de 2017

    Autor de mais de 30 assaltos dormia na cadeia e saía para roubar

    Davi Oliveira já era conhecido por funcionários de farmácias da região da Pituba (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
    Davi Oliveira já era conhecido por funcionários de farmácias da região da Pituba (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
    Mesmo tendo ganhado, em 2014, o direito de cumprir a condenação por roubo no regime semiaberto, o maitre Davi Oliveira, 38 anos, passou a usar as horas que passava fora do Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador, para praticar assaltos. De acordo com a Polícia Civil, ele é responsável por, pelo menos, 30 assaltos a farmácias da região da Pituba, onde os casos foram registrados.
    "Só este mês, ele roubou a Drogasil e a Pague Menos quatro vezes, cada uma", afirmou a titular da 16ª Delegacia (Pituba), delegada Maria Selma Lima. O último roubo cometido por Davi foi no último domingo (28), na unidade da Drogasil que fica na Avenida Manoel Dias da Silva.
    DesarmadoConforme Maria Selma, de tanto roubar as mesmas farmácias, o maitre já era conhecido dos funcionários dos estabelecimentos atacados. "Quando ele chegava, as pessoas já nem esboçavam reação, sabiam que ele ia anunciar o assalto", acrescenta. Embora ameaçasse suas vítimas, o suspeito não utilizava qualquer tipo de arma, conforme a delegada.
    Sempre bem vestido, Davi costumava cometer crimes utilizando uma mochila porque, de acordo com Maria Selma, facilitava para que ele se passasse por trabalhador ou estudante. "É um homem aparentemente acima de qualquer suspeita, porque as pessoas acham que existe um perfil para ladrão. Se já existiu, este perfil mudou", pontua ela.
    Davi afirmou à polícia ser maitre (profissional responsável por diversas funções num restaurante), com passagens em restaurantes da capital. Morador do Calabetão, ele tem cinco filhos e uma esposa, que está grávida.
    PrisãoAo CORREIO, a delegada informou ainda que as polícias Civil e Militar alternaram na busca pelo suspeito desde domingo (28), até conseguirem prender o homem na noite desta quarta-feira (31), na Rua São Paulo, também na Pituba.
    De acordo com Maria Selma, ele será encaminhado ao Núcleo de Prisão em Flagrante da Justiça (NPF), na Avenida ACM, onde deve ter a prisão revertida para o regime fechado.
    Para a delegada, a prisão do maitre é significante para os proprietários das drogarias da região. "Sem dúvida, a prisão dele vai representar uma diminuição grande na incidência dessas práticas criminosas", destaca. A polícia investiga a participação de outras pessoas no crime.

    Polícia

    Bahia

    Serrinha