• Últimas notícias

    quarta-feira, 16 de agosto de 2017

    Acusado de matar ex-namorada é condenado há mais de 18 anos de prisão

    Acusado de matar ex-namorada é condenado há mais de 18 anos de prisão
    Fotos Gleidson Santos/Divulgação/TV Subaé
    O ex-namorado da jovem encontrada morta a facadas em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, em janeiro de 2015, foi condenado na tarde desta terça-feira (15), a 18 anos e nove meses de prisão. O representante comercial Ronilson Silva Macedo, de 35 anos, já havia confessado que matou a ex-namorada, Carine de Jesus Silva, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, e depois escondeu o corpo na região metropolitana da capital baiana.
    Vestidos com camisetas com a foto de Carine, amigos e parentes acompanharam o julgamento realizado no Fórum Filinto Bastos, em Feira de Santana. O juiz negou a Ronilson o direito de recorrer em liberdade, e ele já foi levado de volta ao presídio regional do mesmo município.
    Caso

    O corpo de Carine foi encontrado no dia seis de janeiro de 2015, quando a vítima estava com 23 anos de idade. Ela deixou um filho de quatro anos que não era do acusado. Familiares contaram que a ex-comerciária foi levada à força por Ronilson, quando estava próximo da casa onde morava, no conjunto Feira V, em Feira de Santana. Ainda segundo familiares da vítima, o homem não se conformava com o fim do relacionamento.
    Conforme o irmão da comerciária, Carine deicidiu terminar o namoro após ter descoberto que o suspeito era casado. Ele afirma que o homem ameaçava a jovem.
    Dois dias após o corpo de Carine ser encontrado, Ronilson se apresentou na Coordenadoria da Polícia Civil em Feira de Santana e confessou o crime. Quando ele se entregou, a prisão preventiva contra ele já havia sido decretada. O homem foi encaminhado para o Complexo Prisional do mesmo município, onde ficou à disposição da Justiça para o julgamento.
    Conforme o delegado que ouviu Ronilson na época da prisão, o representante comercial disse que já estava com a vítima há quatro anos e após ela descobrir que ele era casado, a jovem o pressionou para que ele se separasse.

    O homem contou ainda que no dia do crime, Carine teria desligado o celular, ele ficou precupado e foi atrás dela. Segundo Ronilson, quando os dois se encontraram, eles entraram no carro, discutiram, foram às vias de fato e ele deu uma facada nela. Ele disse à polícia ainda que se desesperou e quando percebeu que ela tinha morrido saiu sem destino para abandonar o corpo em algum lugar. Quando ele chegou em Lauro de Freitas, decidiu abandonar o corpo e o veículo na cidade.
    Carine de Jesus Silva foi sepultada em Feira de Santana, onde morava. Ela trabalhava como comerciária e foi achada morta com perfurações de faca após deixar o filho de quatro anos na creche.
    Fonte: G1

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha