• Últimas notícias

    sexta-feira, 11 de agosto de 2017

    Juazeiro: preso suposto integrante de grupo que fraudava atestados para o INSS



    Uma pessoa foi presa em Juazeiro, na Bahia, suspeita de fazer parte de uma quadrilha que falsificava atestados médicos, para cometer fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), nesta quinta-feira (10). De acordo com a Polícia Federal (PF), foi cumprido mandado de busca e prisão preventiva. A investigação começou no ano passado.
     
    O valor do prejuízo ainda não foi apurado pelo INSS. Conforme a PF, a quadrilha falsificava atestados médicos e laudos de exames, usando carimbos e papéis timbrados forjados e também assinaturas falsificadas de médicos da região, com o objetivo de conseguir o auxílio-doença do INSS. A Polícia Federal descartou a participação de funcionários do INSS e de médicos no esquema, e também não acredita que pessoas de outros estados estejam envolvidas na fraude.
     
    Segundo a polícia, para fraudar os atestados, as pessoas que iam à agência do INSS em Juazeiro com a documentação falsa eram orientadas pela quadrilha a mentir aos peritos, informando falsos sintomas para conseguir o auxílio-doença de forma indevida. Se o benefício fosse concedido, o dinheiro seria divido com os integrantes da quadrilha.
     
    Durante a busca na casa de um dos envolvidos, a PF encontrou vários documentos originais e cartões bancários para recebimento de benefícios da previdência e uma carteira de habilitação falsificada escondidos em panelas e até numa lixeira. Os os envolvidos no esquema vão responder por estelionato qualificado, falsificação de documento público e associação criminosa e podem pegar até treze anos de prisão.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha