• Últimas notícias

    sábado, 2 de setembro de 2017

    CASAL VAI A MOTEL E BEBÊ DE 7 MESES É ESTUPRADO, DIZ POLÍCIA

    Um casal foi preso, na tarde desta quinta-feira (31), suspeito de estupro de um bebê de sete meses, em um motel na Zona Leste de Manaus. 
    Segundo a polícia, uma funcionária acionou a polícia após ouvir a criança chorando dentro de um dos quartos.
    O caso ocorreu por volta das 14h, em um motel no bairro Aleixo. O proprietário do estabelecimento, que não quis se identificar, afirmou que uma camareira ouviu o choro da criança e ligou para o quarto.
    "Na hora, ela ligou e pediu para que eles saíssem porque era proibido entrar criança. Logo depois chamaram a polícia", contou. A 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informou que após ser acionada se deslocou até o local e esperou o casal sair do motel.
    O homem, de 45 anos, afirmou que era o pai do bebê e disse que não sabia que era proibido levar crianças para o local. A polícia informou que ele aparentava estar nervoso. A criança estava dentro do carro sem fralda e apenas com um vestido.
    O casal foi preso, em flagrante, e encaminhado ao 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), e logo depois para a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), onde prestaram depoimento na noite desta quinta.
    Ainda de acordo com a polícia, a criança foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML). 
    Os exames comprovaram o estupro. A delegada disse que um laudo confirmou o estupro e contatou, ainda, que a bebê de sete meses já sofria abuso há muito mais tempo.
    Uma mulher de 24 anos e um médico peruano de 45 anos dizem ser os pais da criança, mas a polícia informou que ainda investiga a informação, já que não há registro de nascimento da criança.

    A criança foi encaminhada para um abrigo, e o casal foi indiciado por estupro de vulnerável. 
    A mulher vai responder por conduta omissiva e o homem pelo fato consumado, segundo a delegada Juliana Tuma

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha