• Últimas notícias

    terça-feira, 31 de outubro de 2017

    Isso está gerando interesse para alguns", afirma Maurício Barbosa sobre pesquisa de segurança

    [

    O secretário de segurança pública, Maurício Barbosa, afirmou que ele e outros secretários questionam o interesse e a tentativa de prejudicar a imagem do estado com a divulgação do Anuário de Segurança Pública divulgado pelo Fórum Brasileiro. Ele recebeu a imprensa na tarde desta terça-feira (31) no Centro de Operações e Inteligência (COI) no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

    "É um dos questionamentos que nos secretários colocamos, é esse o desserviço que eu acredito que algum tipo de informação veiculado dessa forma pode trazer. Eu como cidadão desse estado e nós secretários queremos ver a segurança pública como politica prioritária nacional. Se não tivermos unidos todos, em transformar a segurança pública em pauta nacional, ela vai ficar sendo tratada de forma extremamente midiática e para ataques políticos", explicou.
    Barbosa questionou de quem é o interesse em divulgar que a Bahia teve 87% de redução de investimento e colocar o Estado como primeiro em números absolutos de homicídios , sem esclarecer que os outros estados tem suas bases diferentes. "Isso está gerando interesse para alguns setores, para alguns institutos".
    O secretário falou também sobre o trabalho conjunto entre o governo da Bahia e a prefeitura de Salvador em relação à segurança pública. "Eu faço o meu trabalho e conduzo a secretaria de forma extremamente técnica. A gente não tem espaço para ficar fazendo política com uma coisa tão séria e eu acho que é irresponsável quem quer fazer política da pior forma possível, atacando a segurança pública, sem assumir as suas próprias responsabilidades".
    Maurício Barbosa afirmou que tem uma ótima relação de trabalho com a Transalvador e com a Guarda Municipal e lembrou o papel da prefeitura na prevenção da criminalidade: "Estamos falando do município com o maior índice de desemprego do país, um dos maiores índices de desigualdade social do país, vocês vão dizer que a questão é a segurança pública? Eu vou botar 400 mil policiais da noite para o dia, vou sitiar Salvador, pra dizer que a segurança pública vai melhorar? O que todo mundo quer ver é todos imbuídos dentro de um propósito de trazer cada um a sua reponsabilidade para fazer o que deve".

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha