• Últimas notícias

    domingo, 24 de dezembro de 2017

    GRUPO DE CICLISTAS QUE ENCONTROU O CORPO DE DAIANE REIS, RETORNA AO LOCAL PARA PRESTAR HOMENAGENS COM A PRESENÇA DO ADMINISTRADOR DA PARÓQUIA DA CATEDRAL




    GRUPO DE CICLISTAS QUE ENCONTROU O CORPO DE DAIANE REIS, RETORNA AO LOCAL PARA PRESTAR HOMENAGENS COM A PRESENÇA DO ADMINISTRADOR DA PARÓQUIA DA CATEDRAL


    A manhã deste sábado (23 de dezembro), foi emocionante para o grupo de ciclismo Magrelas.com, acompanhado do grupo Trilheiros da Caatinga de Conceição do Coité, Trilheiros da Serra de Serrinha. Com a presença do Padre Ruthemberg Pereira, mais conhecido como Padre Gugu – Administrador Paroquial da Paróquia da Catedral de Senhora Santana de Serrinha, prestaram uma belíssima homenagem a Daiane Reis e Maria Clara no local onde foram encontraram mortas. Após refazer o trajeto daquele dia até o exato local onde o corpo foi encontrado, os cliclistas convidaram o Padre Gugu para conduzir as orações iniciando com a meditação de um trecho do livro de Eclesiástico e do Salmo 46: ‘Deus está conosco, Deus é nosso refúgio, é nossa força’, com o objetivo de “fortalecer o coração daquelas pessoas, dos ciclistas que por ali passaram e ficaram abalados com isso”, destacou o Padre Gugu.
    Na oração, o Padre Gugu refletiu sobre duas realidades: “primeiro, a atitude dos ciclistas que se tornaram anunciadores de uma notícia triste, mas, ao mesmo tempo, trouxeram de certa forma um alívio porque anunciaram onde estava o corpo. Não deveria ser o anúncio da morte, mas, contraditoriamente, esse achado do corpo trouxe que nós somos? Até que ponto os nossos atos mostram a animalidade que existe dentro de nós?”.
    Por fim, o Padre Gugu fez a comparação com Jesus Cristo que foi levado para o monte e inocentemente foi crucificado. Daiane foi induzida ao monte covardemente assassinada. E após ressaltar que somos fracos e que nós precisamos de Deus para nos fortalecer diante dessas situações, o Padre Gugu rezou o Pai-Nosso e deu a benção pedindo a Deus que acolhesse a alma de Daiane de sua filha no Céu. Em seguida o grupo dedicou flores e ergueu uma cruz no local onde o corpo foi encontrado para homenagear as vítimas.
    Segundo informações das Polícias Civil, Militar da Bahia e da imprensa local, após desaparecer no dia 16 de dezembro por volta das 14 horas, Daiane Reis foi encontrada morta num matagal na localidade do povoado de Barra do Vento

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha