• Últimas notícias

    terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

    Pai acredita que mãe não matou filho de 4 anos em Arembepe: ‘Ele já está no céu’

    Pai acredita que mãe não matou filho de 4 anos em Arembepe: ‘Ele já está no céu’
    Foto: Reprodução / Redes Sociais
    O pai do garoto de quatro anos que foi encontrado morto na manhã deste domingo (4) em Arembepe, Camaçari, disse que não acredita que a esposa tenha matado o próprio filho. A vítima, de prenome Davi, foi achada às margens do Rio Capivara (veja aqui) e a principal suspeita do crime é a mãe Graziele Santana, de 28 anos, que saiu com o menino de casa após uma briga com o marido. A mulher foi encontrada na BA-099, sozinha, declarando que o garoto estava no céu. Ao Correio, o pai de Davi defendeu a mãe. “A outra vez que ela sumiu com nosso filho, ele tinha seis meses de nascido e ela cuidou bem dele. Amamentou e o protegeu do mato”, declarou. “Ela se cortou toda e ele não teve um arranhão sequer. Acho que ela não o matou, mas só a perícia para dizer”, completou Damião da Silva nesta segunda-feira (5). O corpo da criança ainda está no Instituto Médico Legal (IML) para realização de exames, inclusive para identificação da causa da morte. A suspeita é de que a mãe sofria de esquizofrenia e por isso teria cometido o crime. A mulher morreu após se jogar na frente de um carro na Estrada do Coco, na quinta (1º). O motorista fugiu sem prestar socorro. De acordo com testemunhas que cuidaram de Graziele em suas últimas horas, a mulher disse que os urubus iriam mostrar onde estava o corpo de Davi. “Ele já está no céu’, contava antes de correr para o meio da rua e ser atropelada. Além do laudo que apontará a causa. Grazielle já teria tido três ou quatro surtos psiquiátricos na vida, mas familiares relataram que ela era amorosa e cuidadosa com o filho.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha