• Últimas notícias

    terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

    Policiais militares terão câmera acoplada à farda durante o Carnaval de Salvador


    Os foliões que escolherem Salvador como destino para o Carnaval em 2018 contarão com um efetivo de 25 mil policiais nos circuitos festivos para fazer a segurança. Com investimento de R$ 45 milhões, a Secretaria de Segurança Pública aposta este ano em reforços tecnológicos,  como drones e câmeras acopladas às fardas dos policiais militares (body warm), além dos portais de abordagem.
    Conforme o secretário Maurício Barbosa, o objetivo em 2018 é manter a redução no número de lesões causadas por armas brancas e de fogo na festa. "É um aperfeiçoamento do que nós já fazemos ao longo desses últimos anos. Estamos muito empolgados. É o maior investimento feito em atividades durante o Carnaval são os investimengo do Governo do Estado, na área de segurança, são R$ 45 milhões investidos", disse.
    Na capital baiana, o efetivo atuará nos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha, e nos carnavais dos bairros (Cajazeiras, Periperi, Itapuã, Liberdade, Boca do Rio Plataforma, Pau da Lima, Nordeste de Amaralina e Piatã (Palco do Rock). "Esse ano, além da utilização de 25 mil homens e mulheres, teremos um aporte maior de tecnologia. São 230 câmeras espalhadas pelo circuito", destacou.
    O secretário ainda detalhou o trabalho tecnológico que será utilizado na festa, que chegou a ser testado na Lavagem do Bonfim. "Esse ano, inovando ainda mais com a utilização dos dispositivos que vão acoplados às patrulhas, mandando imagens para o nosso centro de operações, como também a utilização de drones. Esse ano vamos criar uma unidade destacada de drones, para fazer, não só o patrulhamento ajudando a Polícia Militar, como o trabalho de investigação, ajudando a Polícia Civil e os órgãos de inteligência", explicou.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Polícia

    Bahia

    Serrinha