Últimas notícias

Transplante de coração uniu contador baiano e técnica de enfermagem cearense



Quem vê hoje o casal Jonatas Brandão, 35 anos, e Elys Brandão, 26, andando por aí com o filho Davi, 7 meses, não imagina que a relação de amor que originou a família teve início em um dos momentos mais difíceis da vida de Jonatas.
Baiano de Salvador, ele estava internado numa UTI em Fortaleza (CE) à espera de um coração para ser transplantado. O dele tinha uma miocardiopatia hipertrófica, doença que deixa o coração mais rígido e espesso, o que dificulta os batimentos.
Hoje enfermeira, Elys era técnica de enfermagem no hospital particular para onde inicialmente foi levado o contador Jonatas, em 5 de janeiro de 2015. O Hospital de Messegena, onde ocorreu o transplante, não tinha vaga na UTI. Ela chegou a largar o emprego de técnica do hospital só para cuidar de Jonatas.

E desse cuidado nasceu uma relação de amizade que foi se aprofundando e resultou em casamento em 10 de outubro de 2015. Eles ainda vivem em Fortaleza, onde Jonatas tem de fazer acompanhamentos periódicos – o contador está afastado do emprego que tinha em uma empresa de alimentos em Salvador.
O casal que vive feliz hoje lembra dos momentos difíceis como um aprendizado para a vida, sobretudo Jonatas, que entre 1997 e 2012 perdeu o pai, dois irmãos e uma irmã por causa da mesma doença que ele tinha.