Últimas notícias

Licitação para transporte alternativo gera tumulto em Feira de Santana

[Licitação para transporte alternativo gera tumulto em Feira de Santana]

As horas que antecederam o início da licitação do transporte alternativo em Feira de Santana foram marcadas por tensão. O certame realizado no Ginásio Oyama Pinto reuniu um forte aparato policial. A medida, no entanto, gerou reclamação dos permissionários do serviço. 
De acordo com o Acorda Cidade, agentes da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar, da Guarda Municipal e segurança particular se concentraram no local. Por volta das 7h30 houve um princípio de confusão e uma cobradora que está grávida chegou a ser algemada. 
"Ninguém aqui é bandido, só queremos uma licitação justa que não deixe motorista e cobrador desempregados. Ninguém veio para enfrentar a polícia. Vamos ficar aqui e tentar impugnar essa licitação", disse José Vicente Silva, presidente da Coopetrafs.
O secretário municipal de Transportes e Trânsito, Saulo Figueiredo, informou que a presença das forças de segurança é para fazer com que as leis sejam cumpridas, com segurança aos membros da comissão de licitação. Ao todo, são 120 vagas para 206 vans.
A licitação que ocorreria na quinta-feira (25) foi suspensa após tumulto. Os permissionários não concordam com a licitação, por considerar o processo excludente e que prejudica os direitos dos trabalhadores.
Fonte: Bocão News