Últimas notícias

Com salários atrasados há dois meses, jornalistas paralisaram atividades em A Tarde

[Com salários atrasados há dois meses, jornalistas paralisaram atividades em A Tarde]

Desde às 7 horas da última terça-feira (27) os jornalistas do Jornal A Tarde e Massa estão mobilizados exigindo o pagamento dos salários atrasados. A paralisação fez com o que o jornal Massa não circulasse nesta quarta-feira (28).
Durante a paralisação de ontem, alguns editores optaram por "furar" o ato e produziram a edição desta quarta de A Tarde.
Uma caça às bruxas nas instalações do centenário veículo de comunicação da Bahia foi iniciada culminando com a aplicação de medidas disciplinares como suspensão contra funcionários que aderiram à paralisação.
A reportagem do BNews teve acesso a um documento em que o grupo A Tarde aplica uma “medida disciplinar de suspensão” por três dias [de 1º a 3 de março] a um funcionário que participou da mobilização. 
A mensagem diz que a medida serve para “a manutenção da disciplina, da boa ordem e da eficiência no trabalho”. O comunicado adverte que, em caso de reincidência, o empregado será não voltar ao trabalho após o período de suspensão poderá ser novamente suspenso e ou ainda ter o contrato de trabalho rescindido. 
Os trabalhadores lidam com a falta de salários que em alguns casos chega há três meses. O 13º salário também não é pago desde 2016, bem como o depósito do FGTS.
Os relatos também dão conta de que quando os funcionários saem de férias, não recebem por isso. 
As condições trabalho pioram e não são poucas as queixas. A Tarde responde por diversos processos na Justiça do Trabalho.

Matéria atualizada às 19h51