Últimas notícias

MPF confirma que obras da Barra e delação da Odebrecht não competem à SSP


O secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa
O Ministério Público Federal (MPF) esclareceu nesta sexta-feira (2) que há duas apurações sobre as obras de requalificação da Barra. Uma investigação está sendo feita pela Procuradoria da República na Bahia e a outra pelo Ministério Público Estadual (MP-BA). A primeira se refere a uma suposta fraude em licitação do trecho da intervenção feito pela Odebrecht e a segunda a um suposto superfaturamento dos trechos específicos do Porto da Barra ao Barra Center e do Barra Center ao Centro Espanhol, realizados com recursos municipais. Com isso, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) só poderia averiguar as investigações que estão a cargo do MP-BA. No entanto, a pasta tomou o depoimento do delator da Odebrecht, André Vital, que acusou o prefeito ACM Neto (DEM) de receber R$ 1,8 milhão em caixa 2 na campanha de 2012 para a prefeitura). Na tarde desta sexta-feira, o gestor do município reafirmou que a SSP-BA “não tem nenhuma competência para investigar as obras da Barra e que o procedimento aberto nesse sentido, a mando do governador Rui Costa, é ilegal”