Últimas notícias

Munição usada para matar vereadora é de lotes vendidos para a PF


A, munição usada para matar a
vereadora Marielle Franco (PSOL) na última quarta-feira (14) é de lotes vendidos para a Polícia Federal (PF) de Brasília, em 2006. Investigações da Polícia Civil apontam que a munição UZZ-18 é original, o que quer dizer que não foi recarregada.
De acordo com informações do G1, o resultado foi constatado graças à perícia feita nessa quinta-feira (15). Os lotes foram comercializados pela empresa CBC, no dia 29 de dezembro, com as notas fiscais número 220-821 e 220-822
munição usada para matar a vereadora MarieFranco (PSOL) na última quarta-feira (14) é de lotes vendidos para a Polícia Federal (PF) de Brasília, em 2006. Investigações da Polícia Civil apontam que a munição UZZ-18 é original, o que quer dizer que não foi recarregada.

"