Últimas notícias

Ribeira do Pombal: acusado de participação em triplo homicídio se entrega à Polícia e retorna à prisão


Lucas Freitas Santos da Silva, vulgo “Lukinhas”, acusado de ter participado do triplo homicídio que teve como vítimas três irmãos e ficou conhecida como “Chacina do Barro Vermelho”, fato acontecido em 21 de janeiro de 2018, no Município de Ribeira do Pombal/BA, depois de ter cumprido prisão temporária e se encontrava em liberdade, está novamente na cadeia.
Na manhã desta quarta-feira (14), uma equipe da Polícia Civil de Euclides da Cunha, formada pelos agentes Raphael Rangel, Francisco e Moura, sob o comando do delegado Luís Henrique Costa, deram cumprimento a um novo mandado de prisão em seu desfavor, desta vez, preventiva.
A equipe chegou a ir à casa do acusado, porém, foi informada pela sua genitora, que o mesmo não se encontrava, mas que se apresentaria à polícia, assim que chegasse em casa. Pouco tempo depois, Lukinhas, em companhia de um advogado se apresentou à autoridade de plantão, que determinou o recolhimento do mesmo à carceragem do Complexo Policial Civil de Euclides da Cunha, onde permanecerá custodiado à disposição do Juízo da Vara Criminal da Comarca de Ribeira do Pombal.
Lukinhas é parceiro de Gelma, que segundo a polícia, faz parte de uma facção criminosa que comanda o tráfico de drogas em Ribeira do Pombal, Euclides da Cunha, Tucano e outros municípios da região. Gelma, também voltou para a cadeia, pois teve a prisão temporária convertida em preventiva. Ambos se encontravam em Euclides da Cunha, onde residiam.