Últimas notícias

Suspeito de agredir e ameaçar Tia Má nas redes sociais se apresenta à polícia

[Suspeito de agredir e ameaçar Tia Má nas redes sociais se apresenta à polícia]

O suspeito de agredir com palavras racistas a jornalista e influenciadora digital Maira Azevedo, conhecida como Tia Má, se apresentou na 1ª Delegacia Territorial (DT) dos Barris, em Salvador, na tarde desta quarta-feira (14). José Raimundo Pita Barreto Júnior, 23 anos, foi acompanhado de um advogado e da mãe e foi ouvido pela delegada Maria Daill.
Em depoimento, o jovem afirmou sofrer de depressão e será submetido a exame de sanidade mental. Ele alegou que o problema começou após perder a esposa no ano passado durante o parto. 
Após ser ouvido, o jovem foi liberado e o celular dele foi apreendido para ser realizada perícia. À Record TV Itapoan, o jovem negou que seja racista e disse que a sua atual namorada é negra.Ele afirmou estar arrependido e pediu desculpas a Tia Má. "Não sou racista, estou passando por um momento difícil".
José Raimundo ainda disse que é fã da humorista e que viu um vídeo que não gostou e comentou descontando sua raiva. Mas afirmou que não teve intenção de magoá-la e negou que tivesse intenção de cumprir as ameaças
A delegada vai encaminhar o inquérito á Justiça e o jovem deve responder por injúria racial e pelas ameaças.
Relembre o caso
No dia 28 de fevereiro, a jornalista baiana Maíra Azevedo denunciou à promotoria de Justiça de Combate ao Racismo do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) que foi chamada de "monkey" (termo do inglês que significa "macaco", em português) por um usuário do Instagram, em um comentário durante uma transmissão ao vivo. 
“Chamar uma pessoa negra de macaca é a forma mais primária do racismo. É tentar negar a nossa humanidade para seguir em frente com todas atrocidades com a população negra. Inclusive esse foi o argumento, que nós negros, éramos semi animais, semi humanos, utilizados para justificar a escravidão. Por isso, chamar uma pessoa de MACACA é também a forma mais medíocre. Porque fico pensando...uma pessoa RACISTA é tão rasteira, tão doente, que nem consegue expor seu ódio de outra forma. É a ignorância, a burrice e estupidez em um só combo”, escreveu em seu perfil no Instagram.