Últimas notícias

Um dia após ser acusado de estuprar a própria prima em Santaluz, homem é preso por cometer mesmo crime em Nordestina


Uma mulher de 46 anos afirma ter sido abusada sexualmente pelo próprio primo em Santaluz. De acordo com informações apuradas pela reportagem, a vítima estava andando nas imediações da Praça Mariana Barbosa, na região central da cidade, quando foi abordada de forma violenta pelo suspeito, que a levou para um imóvel abandonado. A reportagem apurou que o crime ocorreu na noite do último domingo (1) e a vítima procurou a delegacia da cidade para prestar queixa no dia seguinte. Ainda muito abalada, a mulher foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica da cidade de Serrinha, onde fez exame de corpo de delito na manhã desta terça-feira (3). O suspeito, identificado como Givaldo Mota dos Santos, o ‘Caçola’, de 35 anos, foi encontrado nesta terça nas imediações da Avenida Lomanto Júnior, em Santaluz, e encaminhado à delegacia de Nordestina, onde permanece à disposição da Justiça. A prisão, feita por agentes da Polícia Civil de Nordestina, foi em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por outra acusação de estupro seguido de roubo a mão armada. O crime ocorreu no dia 14 de maio de 2016. Givaldo chegou a ser preso pela Polícia Militar, em Santaluz, seis dias depois, e levado para a delegacia de Nordestina. Porém foi posto em liberdade. Segundo a polícia, o homem também tem várias passagens por roubo.