Últimas notícias

Confira o resultado provisório do concurso da Polícia Civil da Bahia


[Confira o resultado provisório do concurso da Polícia Civil da Bahia]


A Secretaria da Administração (Saeb) publica, nesta sexta-feira (25), o resultado provisório do concurso público da Polícia Civil da Bahia (PC-BA). A publicação disponível para consulta no caderno especial do Diário Oficial do Estado (DOE), traz o resultado provisório da prova objetiva para delegado, escrivão e investigador de polícia.
Clique aqui e confira o resultado. As publicações também poderão ser consultadas no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br) ou no site da organizadora, a Vunesp (www.vunesp.com.br).
Os candidatos terão o prazo legal de dois dias úteis para interposição de recursos, o que deve ser feito junto ao site das organizadoras de cada certame. O concurso tem validade de um ano, prorrogável por igual período, com postos de trabalho em todo o estado.
Irregularidades na mira do MP
Após encontrar graves irregularidades no concurso público da PC-BA, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou a suspensão do certame. De acordo com o órgão, a suspensão deve ser mantida até que as irregularidades noticiadas sejam esclarecidas, e as responsabilidades sejam apuradas.
Segundo o MP-BA, entre as irregularidades constatadas estão o uso de celular para fotografar a aplicação da prova, ausência de identificação formal dos candidatos, retirada do gabarito antes do término do tempo estabelecido para a realização da prova, deficiências na aplicação e fiscalização das provas e descumprimento da proibição do candidato levar o caderno de prova após o concurso.
Nesta semana, durante entrega de 461 viaturas à Polícia Militar da Bahia (PM-BA), no pátio da Governadoria, em Salvador, o governador Rui Costa afirmou que vai aceitar a sugestão do Ministério Público da Bahia (MP-BA) caso sejam confirmadas as irregularidades no concurso da Polícia Civil da Bahia (PC-BA). “Eu sou o primeiro a querer concurso transparente”.
Rui garantiu que “se tiver comprovação de irregularidade” vai mandar cancelar o certame. Na oportunidade, o governador revelou que já havia solicitado uma apuração por parte do procurador-geral do Estado, Paulo Moreno, e da Secretaria de Administração do Estado (Saeb).
Ainda em entrevista para imprensa, Rui disse que quer conversar com as promotoras responsáveis pelo caso, Heliete Viana e Rita Tourinho, “para ver se têm elementos concretos