Últimas notícias

Dono de funerária é preso após matar homem e preparar enterro em Poções

[Dono de funerária é preso após matar homem e preparar enterro em Poções]

O dono de uma funerária, Caio Souza Cunha, foi preso, na segunda-feira (21), por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Poções, localizado a cerca de 400 km de Salvador, acusado de matar Jadson Neves, na sexta-feira (18). Segundo a Polícia Civil, em saber que o empresário era o autor do crime, a família da vítima havia contratado sua funerária para preparar o sepultamento de Jadson.
Ainda segundo a PC, logo após o enterro, investigadores descobriram que a vítima havia comprado um carro, modelo S10, do empresário e estava relutante em pagar o valor restante do acordado. A delegada Alessandra Pereira afirmou que Caio pediu R$ 53 mil pelo carro, mas Jadson só pagou R$ 35 mil, pois estava esperando que o empresário trocasse a titularidade do veículo.
Insatisfeito com a falta do pagamento, Caio atraiu a vítima para uma estrada vicinal, onde desferiu 11 tiros contra Jadson. O empresário não confessou o crime, mas uma pistola, apreendida na casa de um funcionário dele, Alex Venâncio Sampaio, pode ter sido utilizada no crime. 
A pistola passará por exame de microcomparação balística no Departamento de Polícia Técnica (DPT), para comprovar a investigação da unidade policial. 
O empresário foi indiciado pelo homicídio e a prisão preventiva dele já foi solicitada pela delegada. Já o funcionário foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma.