Últimas notícias

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra médico veterinário em Feira de Santana


Policiais Civis do Serviço de Investigação da Coordenadoria Regional de Polícia (1ª Coorpin) prenderam, na última sexta-feira (19), o médico veterinário José Roberto Morais de Melo, 55 anos, que reside no bairro Conceição em Feira de Santana. De acordo com o coordenador de polícia, delegado Roberto Leal, os policiais cumpriram um mandado de prisão expedido pela juíza Maria Angélica Carneiro, da Vara Crime da Comarca de Serrinha, em 10 de Janeiro 2013. 
Segundo os autos do processo, o médico é acusado ter emitido documentação falsa sobre a realização de exames de anemia infecciosa em animais na cidade de Serrinha entre os anos de 2008 e 2009, quando trabalhava como gerente da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Abab). A polícia chegou até ele após uma denúncia anônima.
“Em virtude da denúncia foi feito o levantamento e ficou constatado que havia um mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Serrinha. Foi deslocada uma equipe e logramos êxito em encontrá-lo. Ele foi conduzido para a delegacia e houve a informação precisa de que o mandado dele estava válido e por isso foi dado o cumprimento do mandado de prisão preventiva. Segundo o que foi apurado, entre 2008 e 2009 ele trabalhava como gerente da Abab e passou a emitir exames constantemente feito em animais, que costumam viajar para participar de provas, cruzamentos e eventos como vaquejadas e exposições, chamados de anemia infecciosa. O que se descobriu é que ele recebia os valores para fazer os exames, não colhia o sangue dos animais ou se recolhia não enviava para o laboratório e posteriormente emita um laudo falso e entregava para o proprietário dos animais. As investigações prosseguem em virtude da suspeita de ele ter falsificado outros documentos da Adab. Ele informou que não tinha feito nada de errado, que não cometeu nenhum tipo de crime, e que vai procurar um advogado para defendê-lo, mas ordem judicial a gente não discute, a gente cumpre”, declarou o delegado destacando a participação da comunidade em realizar denúncias que auxiliam no trabalho da polícia.
O veterinário foi ouvido no Complexo de Delegacias de Feira de Santana, no bairro Sobradinho, e encaminhado para o presídio de Serrinha onde está a disposição da justiça. Ele nega as acusações.
Informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade