Últimas notícias

Jovem é preso em Santaluz acusado de invadir rede da Polícia Militar e clonar ‘IP’ para acessar internet


Fabrício de Santana Lima, de 22 anos, foi preso acusado de hackear e invadir o computador da sede da Companhia de Polícia Militar de Santaluz, na região sisaleira da Bahia. De acordo com a corporação, por volta das 8h30 desta quarta-feira (22), ao entrar em contato com um provedor de internet local para reclamar a falta do serviço, um preposto da Companhia foi informado que o endereço de IP do computador pertencente à corporação havia sido clonado, e que uma pessoa estaria utilizando a internet da polícia, com possibilidade de acesso não autorizado a informações policiais. Após monitoramento, Fabrício foi localizado em um bar às margens da rodovia BA-120. De acordo com a PM, ele foi flagrado utilizando aparelhos de informática para clonar IP – que é uma identificação única para cada computador conectado a uma rede. Uma antena de recepção via rádio, um roteador, três placas de roteadores, uma CPU (unidade central de processamento), um monitor e um celular foram apreendidos no local. Além da internet da polícia, o acusado teria clonado o acesso de outros clientes do mesmo provedor, chegando até mesmo a bloquear o sinal, em alguns casos. Ao ser preso, conforme a polícia, Fabrício confessou que praticava as irregularidades há cerca de 3 meses. Ele foi encaminhado à delegacia da cidade, para adoção das medidas cabíveis.