Últimas notícias

Candidato acusa Lúcio Vieira Lima de não repassar recursos do fundo partidário

[Candidato acusa Lúcio Vieira Lima de não repassar recursos do fundo partidário]
O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB), o principal cacique do partido na Bahia, é acusado pelo candidato à Câmara dos Deputados Ruy Lima de não ter repassado recursos do fundo partidário para os postulantes.
"Não é possível que a gente esteja candidato a deputado federal e não receba um real do partido, com recursos públicos de mais de R$ 243 milhões que o MDB recebeu. Lúcio está segurando o dinheiro e não quer repassar pelos candidatos", afirmou Ruy em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia. 

"Não vou esperar mais. Estou sendo prejudicado pelo partido. Tenho muita gente no interior sem poder fazer o trabalho [de campanha]. Nem dinheiro para a gasolina eu tenho. Tenho 10 carros rodando para fazer campanha e não tenho como segurar mais. Estou pagando com meus próprios recursos. É lei repassar os recursos para os candidatos", prosseguiu, acrescentando que tentou marcar audiências com o deputado:
"Ele diz que não vai repassar o dinheiro, que vai repassar apenas R$ 5 mil ou R$ 10 mil. Ele é maluco? Ele é doido? Está segurando o dinheiro do recurso que é da gente. O recurso eleitoral é para todos os candidatos. [...] Ele é uma pessoa que nem atende, É uma pessoa que trata mal as outras pessoas. É um canalha, mesmo. Não tenho mais paciência. Ninguém tem mais paciência".
Lúcio recebeu R$ 1,5 milhão do diretório nacional do MDB, conforme registro na plataforma “Divulga Cand”, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O postulante ao governo do estado, João Santana, recebeu até agora R$ 500 mil do diretório estadual.

BNews tentou falar com Lúcio Vieira Lima, as ligações não foram atendidas até a publicação desta notícia. As mensagens de texto também não foram respondidas.