Últimas notícias

Parceria da Prefeitura de Serrinha com empresa dará destino correto a toneladas de ossos de animais




Os comerciantes serrinhenses que trabalham com produtos de origem animal ganharam uma boa notícia na manhã dessa terça-feira, 25/09. Através de uma parceria público/privada vão poder vender restos de ossos, vísceras, penas e todo material normalmente descartado aleatoriamente até nas ruas da cidade. A coleta já começa no próximo sábado, 29/09.

A notícia foi dada pelo prefeito Adriano Lima, em reunião com comerciantes e representantes da empresa Graxsal, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).
A empresa, segundo Tiago Bahia e Caio Madureira, seus representantes, vai comprar os resíduos junto aos comerciantes. “Pagaremos por quilo. Inicialmente, às quartas e sábados vamos recolher este material junto aos comerciantes. Mas isso pode ser ampliado, a depender da demanda”, explica Caio.


Será referência na região
O coordenador geral da Vigilância em Saúde de Serrinha, Lailson Cunha, explica que a parceria será uma referência na região. “Esse projeto só traz benefícios e mostra a preocupação do prefeito em preservar o meio ambiente e a saúde da população”, acentua Lailson.

Além de ser bom para os comerciantes, que agora vão poder faturar algum dinheiro com esse material que era descartado, também traz benefícios para a população serrinhense. “Serão toneladas de resíduos que deixarão de ser jogadas no meio ambiente”, destaca o secretário de Saúde, Alexandre Tahim.


Segundo o prefeito Adriano Lima, é uma atividade multidisciplinar que envolve outras secretarias municipais, como Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Agricultura. “Todos saem ganhando. Os comerciantes, o povo de Serrinha e o meio ambiente”, analisa o prefeito.

Participaram da reunião, além do prefeito Adriano Lima, os secretários municipais Mizael Cunha Neto, de Infraestrutura; Silvaney Santiago, de Agricultura; Hermano Amador, de Desenvolvimento Econômico, Alexandre Tahim, de Saúde; Lailson Cunha, do coordenador geral da Vigilância em Saúde, além do vereador Alex da Saúde. (Fonte: ASCOM / PMS).