Últimas notícias

Seis mortos e cinco presos: quadrilha tinha fuzil que fura blindagens e derruba aeronaves


A ação integrada das polícias militares da Bahia e de Pernambuco, além da PF, que evitou, na manhã desta quarta-feira (26), o roubo de um avião com valores, na cidade de Salgueiro (PE), terminou com 11 criminosos localizados. Composta por pernambucanos, baianos, sergipanos e cearenses, a quadrilha roubava bancos e transportadoras de valores.

Durante o trabalho repressivo, houve confronto e Cláudio Aprígio da Silva Neto, 46 anos, Alex Gonçalves dos Santos, 37, Renato Vieira dos Santos, 50, Francieldo do Nascimento Silva, 47, Rafael Rodrigues Pereira, 36, e Galdioso Moura da Silva, 47, acabaram atingidos e não resistiram aos ferimentos. O último citado foi expulso da PM da Bahia, no ano passado, após ser preso, na cidade de Jacobina, em 2016. Na oportunidade, ele participou de um roubo a banco, naquele município, com estes mesmos comparsas.

Martins Simão dos Santos, integrante da organização criminosa, também ficou ferido e está internado, no Hospital de Salgueiro. Com eles os policiais apreenderam um fuzil calibre 50 (arma capaz de furar blindagens e atingir aeronaves), seis fuzis russos AK 47, carregadores e munições.
Com informações sobre outros integrantes, diligências foram realizadas, nas cidades que fazem divisa entre a Bahia e Pernambuco, resultando nas prisões de mais quatro assaltantes. Os presos e materiais apreendidos foram apresentados, na PF de Pernambuco.
De acordo com a SSP-Bahia, esta mesma quadrilha foi a responsável por uma tentativa de roubo a banco, na cidade de Bom Jesus da Lapa, em janeiro de 2017. “A troca de informações foi fundamental neste trabalho conjunto. Vamos chegar a outros integrantes”, garantiu o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.