Últimas notícias

Homem mata sogra na Bahia; filha da vítima foi a mentora do crime

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apresentou Sidinei Santos Coutinho, de 25 anos,
na tarde desta sexta-feira (9), durante uma coletiva de imprensa, no auditório do departamento, na tarde desta sexta-feira (9). Sidinei Santos assassinou a sogra Zenilda Coutinho dos Souza, 78 anos, na localidade de Vila Canária, no bairro de Pau da Lima, na quinta-feira (8).
Ele foi preso em flagrante em uma ação conjunta entre o Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e da 2a Delegacia de Homicídios (DH/Central), do (DHPP), horas depois do crime. De acordo com o coordenador da 2a DH Central, delegado Guilherme Machado, um dos motivos do crime, foi o interesse em bens materiais da vítima. “Segundo o relato dele, a filha da idosa tinha interesse em bens que poderia herdar da mãe e alegava que a Zenilda era um peso e que restringia a liberdade da referida mentora do crime”, explica.
Sidinei Santos Coutinho confessou o crime e a participação da sua companheira e filha da vítima, Vanilda Coutinho de Souza. “Ele relatou com riqueza de detalhes que a Vanilda insistia, que ele encontrasse alguém para matar a idosa forjando uma situação de latrocínio, em uma suposta saidinha bancária. Ela pedia que o autor conseguisse um motociclista para executar tal ato. Cansado dos pedidos, ele mesmo executou o crime”, explica o delegado.
Depois de assasinado a vítima, Sidinei obteve um empréstimo no valor de R$ 3mil, com o cartão bancário da idosa, além de comprar bens materiais e drogas com o valor roubado de Zenilda. Ele vai responder por homicídio duplamente qualificado, cometido por motivo torpe e também por impossibilitar qualquer chance de defesa da vítima.
Sidinei segue preso à disposição da Justiça. Ele será encaminhado para audiência de custódia. Vanilda Coutinho continua sendo procurada pela polícia.