Últimas notícias

Homem suspeito de estuprar e matar jovem após dar carona é preso

A morte da adolescente Rayane Paulino Alves, de 16 anos, encontrada com um cadarço enrolado no pescoço, ganhou mais um capítulo nessa terça-feira (30). Michel Flor da Silva, 28, suspeito de dar carona e assassinar a jovem, foi preso pela polícia de Guararema (SP). A corporação acredita que, antes de morrer, a garota foi estuprada. Silva nega. Ele afirmou que a relação sexual foi consensual e, depois do ato, Rayane, que ficou desaparecida por oito dias, “surtou”. A vítima havia saído de uma rave, entre as cidades de Mogi das Cruzes e Guararema, e foi achada morta no último domingo (28). Michel viu a adolescente sozinha em uma rodoviária, onde pegaria um ônibus para Mogi.
Em entrevista ao G1, o delegado Rubens José Ângelo disse que Michel estava trabalhando na rodoviária como segurança e se ofereceu para levá-la até a casa dela. “Michel confessa cabalmente a prática do crime. Ele diz que encontra Rayane no terminal rodoviário de Guararema e ela estava meio cambaleando. Em dado momento ela sentou em um banco naquela rodoviária”, disse o delegado.