Últimas notícias

Mulher grávida de cinco meses é baleada durante suposta perseguição policial e bebê morre


Na madrugada deste sábado (22), uma mulher de 22 anos e grávida de cinco meses foi baleada após uma suposta perseguição a uma motocicleta por policiais militares da terceira companhia do 37º Batalhão, na região do Jardim Ângela, zona sul de São Paulo. De acordo com publicação do R7, a gestante estava na garupa do veículo e o bebê acabou falecendo na ação.


Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o motorista da moto, um jovem de 20 anos, “foi preso em flagrante após desobedecer ordem de parada e quase atropelar um policial militar”. Conforme a Polícia Militar, o responsável pelo disparo foi detido e encaminhado, na tarde de sábado, para o Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte de São Paulo.
O caso foi encaminhado para a 47ª DP (Capão Redondo), onde o condutor da moto foi levado, registrado um boletim de ocorrência por desacato e acabou liberado. Ainda de acordo com a polícia, o veículo envolvido no caso não tinha nenhuma irregularidade.
Informações preliminares relatam que a moto estaria em perseguição pelos policiais militares quando, em certo momento, os agentes teriam atirado contra o veículo e acertado a mulher. A vítima do disparo foi socorrida e levada para o Hospital Municipal Moises Deustch, onde constatou que o bebê havia morrido. Não há informações sobre o estado de saúde da mulher.
Procurada pela reportagem, a SSP-SP afirmou que o caso é investigado pelo 47º DP e a PM também apura os fatos por meio de IPM (Inquérito Policial Militar).