Últimas notícias

Acusado de matar esposa após espancamento é condenado a mais de 20 anos de prisão


O pedreiro identificado como Valdeir, 53 anos, foi condenado a 20 anos e 2 meses de prisão em regime fechado, nesta quarta-feira (30), acusado de  matar a companheira no município de Itamaraju, no Sul do estado.

O tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) informou ao portal G1 que a pena foi determinada pelo juiz Rodrigo Quadros de Carvalho, em júri popular que durou quase 7 horas. A audiência contou com a presença da família da vítima, identificada como Aparecida.
Após o julgamento, Valdeir da Silva foi encaminhado para o Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, onde cumprirá a pena.
Suspeito estava no sistema prisional desde janeiro de 2018. Ele foi detido ao visitar a vítima no hospital, após agredi-la. O crime ocorreu no dia 15 de janeiro. Após ser espancada, a vítima teve traumatismo craniano e coágulos no cérebro. Ela chegou a ser socorrida e levada para um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu sete dias depois, em 22 de janeiro.
Valdeir estava proibido pela justiça de se aproximar da vítima, mas, segundo familiares, ela sempre voltava a conviver com o companheiro.