Últimas notícias

Em audiência com Moro, Rui sugere ‘mais rigor com bandidos perigosos’

Foto: Juliana Almirante/bahia.ba
O governador Rui Costa (PT) defendeu nesta segunda-feira (4) que “bandidos perigosos” devem ser punidos com maior rigor do que os autores de crimes considerados leves (furtos de carteiras e relógios, por exemplo). Para estes, o petista sugere que seja dada uma nova oportunidade.
A medida foi apresentada por ele nesta segunda ao ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, em Brasília, na presença de governadores de outros estados.
“Falei e fui apoiado de forma unânime por todos os governadores de que é preciso regular melhor a audiência de custódia. Não concordo que alguém que é preso com fuzil possa ser liberado na audiência de custódia. Isso tudo é armamento permitido apenas nas Forças Armadas”, disse Rui.
Ele defendeu o modo de pena alternativa adotada na Bahia.
“Acho que não tem porque ficar prendendo gente que roubou uma galinha, um saco de feijão, junto com criminoso que porta R15. Acho que não está fazendo bem à sociedade pegar jovens que eventualmente tenham furtado uma carteira, um relógio, como doutores do crime. Estamos piorando essas pessoas, não melhorando. Acho que tem que ter tratamento diferente. Aos bandidos perigosos, maior rigor. E para crimes mais leves uma nova oportunidade para que essas pessoas possam se recuperar”, afirmou o governador em conversa durante a abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).