Últimas notícias

Bolsonaro afirma decreto para fim do horário de verão


Nesta quinta-feira, 25, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que revoga o horário de verão durante uma cerimônia no Palácio do Planalto. De acordo com o presidente, a medida segue estudos que analisaram a economia de energia no período, e como o relógio biológico da população é afetado.

Na cerimônia desta quarta-feira, 24, para anunciar o decreto, o presidente informou que a área técnica do Ministério de Minas e Energia apresentou estudos sobre a economia de energia gerada pelo horário de verão. Segundo Bolsonaro, “gente da área de saúde” também foi procurada para apontar como o horário afeta o relógio biológico das pessoas.
“As conclusões foram coincidentes: questão de economia, o horário de pico era mais pra 15h, então não tinha mais a razão de ser [da permanência do horário], não economizava mais energia; e na área de saúde, mesmo sendo uma hora apenas, mexia com o relógio biológico das pessoas”, disse.
“Eu concordo que eu sempre reclamei do horário de verão. E tive a oportunidade, agora, atendendo às pesquisas que fizemos, também, que mais de 70% da população era favorável ao fim do horário de verão”, argumentou Bolsonaro.