Últimas notícias

Professora se confunde e faz atividade com tirinha da Turma da Mônica pornográfica; veja

Uma professora se confundiu e entregou uma tirinha da personagem Magali, da “Turma da Mônica”, com adulteração pornográfica para crianças de 8 anos na Escola Municipal Dirce Espínola Najas, em Birigui, São Paulo. O fato gerou indignação dos pais e moradores, que postaram nas redes sociais.
Na história, Magali se aproxima de um sapo, que diz a ela: “Olá, Garotinha! Dê-me um beijo e terá uma bela surpresa”.
A personagem beija o animal, que se transforma em príncipe. Em seguida, Magali esbraveja: “Só um beijo! Pensei que você tivesse rola grande.”
VEJA:
Foto: redes sociais
Na tirinha original, a personagem, na verdade, responde: “Um príncipe! Bah! Pensei que você fosse se transformar num pipoqueiro, padeiro…”
Foto: reprodução/Turma da Mônica
A docente, que é concursada e tem 15 anos de carreira, assumiu o erro e informou ter encontrado a versão adulterada em um site, e não teve intenção de entregar o material com conteúdo pornográfico às crianças.
A Secretaria de Educação de Birigui afirmou, por meio de nota, que “encaminhou o caso para a Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos, que está analisando o ocorrido para as devidas providências, e que a professora continua ministrando aulas normalmente”.
LEIA NA ÍNTEGRA:
“Uma professora da escola, que ministra aulas para alunos uma turma do Ensino Fundamental (crianças de 8 anos de idade), aplicou como tarefa o recorte de um quadrinho. A tarefa pedia para o aluno identificar o humor na tirinha entregue aos alunos.
Sem perceber, durante a apertada agenda do dia a dia, a professora não observou que a tirinha estava alterado, contendo conteúdo inadequado.
No dia 8 de abril, segunda-feira, pela manhã, a Secretaria Municipal de Educação foi até a escola, quando esteve reunida com a equipe gestora da unidade para apurar o fato. A noite, também na escola, a equipe gestora, a professora e os pais dos alunos desta turma estiveram reunidos. A professora reconheceu o erro, assumiu que entregou a tirinha sem ler o conteúdo e pediu desculpas, frisando que não tinha o objetivo de enfatizar esse tipo de assunto.
A Secretaria Municipal de Educação encaminhou o fato para a Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos, que está analisando o ocorrido para as devidas providências.
A administração informa, ainda, que a professora é concursada, tem 15 anos de trabalho na Rede Municipal de Ensino e sempre foi elogiada pelos pais e pelos profissionais das unidades onde trabalhou. Ela continua ministrando aulas normalmente.
PREFEITURA DE BIRIGUI”