Últimas notícias

Lula pode sair da cadeia e ainda 'voltar ao tabuleiro'



POLÍTICO?


Caro leitor,
Lula voltou aos holofotes e à pauta do noticiário político nos últimos dias. Uma decisão do STJ reduziu a pena do condenado e agora ele está com o pé na porta de saída da cadeia.
Além disso, a perspectiva de ter Lula fora da prisão acendeu na esquerda a esperança de colocar o seu discurso na rua novamente.
De tentar se colocar como um polo de oposição ao governo Bolsonaro.
Confira o raciocínio dos petistas no trecho da reportagem da Crusoé exibido a seguir.
O petista citado é Edinho Silva, prefeito de Araraquara e ex-tesoureiro de campanha de Dilma Rousseff.
“‘É urgente transformarmos o ‘Lula Livre’ em um movimento político muito além do PT e da esquerda, que seja um movimento de defesa da democracia’, conclamou o petista, em longo texto que começou a circular internamente no partido. No manifesto, o ex-tesoureiro de Dilma reconhece que só o desgaste de Bolsonaro não será o suficiente para o PT voltar a encantar eleitores e se mostra preocupado em evitar que o partido se transforme em um ‘gueto’. A solução proposta é que o partido passe a capitanear ‘um movimento amplo de oposição ao governo Bolsonaro'”.
Sim, a redução da pena de Lula oferece munição ao PT para construir mais uma narrativa e tentar fortalecer o campo de oposição, hoje completamente despedaçado.
Mas a reportagem de Gustavo Alves e Mateus Coutinho vai mais longe.
Além do impacto político gerado a partir da decisão do STJ, a matéria detalha a situação penal de Lula.
Que está longe de ser confortável.
Afinal, a condenação do petista foi mantida por unanimidade, embora sua pena tenha sido diminuída.
Em última análise, mais uma instância da Justiça brasileira confirmou o que o ex-juiz Sergio Moro e os desembargadores do TRF-4 já haviam decidido: Lula é corrupto e lavador de dinheiro.
Todas essas nuances do caso Lula estão explicadas de forma clara e detalhada nessa reportagem da Crusoé.
Mais do que um mero relato sobre a condição penal do ex-presidente presidiário, o texto traça perspectivas a respeito do destino político do petista.
Dependendo do que acontecer, Lula tem chances de voltar ao jogo.
Ou, pelo menos, de influenciá-lo de alguma forma.
Por outro lado, deve voltar a ser o alvo preferencial de seus adversários.
A reportagem da Crusoé é uma ótima oportunidade para você entender o jogo pesado de bastidores que definirão o futuro político e jurídico do ex-presidente.
E o que isso pode significar para o Brasil.
O jornalismo independente e investigativo da Crusoé joga luz sobre os próximos movimentos desse jogo de xadrez político.
Esse é o nosso compromisso.
Investigar.
Fiscalizar.
Informar.