Últimas notícias

Júri condena policial militar a 22 anos de prisão por homicídio na Bahia


O policial militar Daniel Leite dos Santos foi condenado pelo Tribunal do Júri na última sexta-feira, dia 26, a 22 anos e dois meses de prisão em razão do homicídio de Antônio Carlos Costa Alcântara no dia 12 de julho de 2015.

O crime aconteceu no bairro de Pirajá, em Salvador, quando o PM disparou uma arma de fogo contra Antônio, Andréia Tatiana da Silva Calmon e Francisco Portela Ferreira Neto, causado a morte do primeiro. Consta na denúncia que Francisco se desentendeu com um amigo do policial e, na ocasião, a vítima Antônio ao tentar ajudar seu amigo foi atingido por disparos de arma de fogo que provocaram sua morte.

Daniel Leite foi condenado pelos crimes de homicídio consumado e tentado, qualificados por impossibilidade de defesa da vítima e por causar perigo comum. O promotor de Justiça Antônio Luciano Assis sustentou a acusação no julgamento. A sentença foi proferida pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza.