Últimas notícias

Reforços do Bahia começam a chegar no Fazendão

Após mistério, reforços começam a chegar ao Fazendão - Foto: Daniel Augusto Jr (Ag. Corinthians), SE Palmeiras e Williams Aguiar (Sport Club) | Divulgação
Desde que o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, afirmou que contrataria três jogadores para a continuidade da temporada durante a parada da Copa América, o clima de ansiedade subiu, e muito, na torcida tricolor quanto a chegada dos possíveis reforços.
Muitos nomes foram ventilados, até mesmo o do craque holandês Wesley Sneijder, carrasco do Brasil. Mas o que a Nação Tricolor viu foi time perder peças. Douglas Augusto foi vendido para o PAOK, da Grécia, e Paulinho foi para o Midtjylland, da Dinamarca. E, por último, perdeu o zagueiro Ernando por tempo indeterminado – diagnosticado com uma hérnia de disco.
Com esses acontecimentos, a pressão da torcida aumentou e, finalmente, o Bahia começou a anunciar novas peças. Quer dizer, não foi exatamente o Esquadrão. O primeiro reforço é o zagueiro Juninho, 24 anos, que chega por empréstimo até o final da temporada. Ele foi anunciado pelo dono do seu passe, o Palmeiras.
Juninho chega para suprir a ausência de Ernando e disputar uma vaga com Jackson e Xandão para atuar ao lado do capitão Lucas Fonseca.
O zagueiro palmeirense surgiu como uma grande promessa no Coritiba, onde atuou de 2015 a 2017 e fez 91 partidas. As atuações chamaram a atenção do Porco, que o contratou por R$ 10 milhões. No primeiro ano, sob o comando de Cuca, ele até que foi bem utilizado, mas perdeu espaço e, no ano passado, foi emprestado para o Atlético-MG, onde só fez quatro jogos.
De volta ao Palmeiras na atual temporada, ele não fez nenhuma partida.
Mas outros jogadores também estão próximos de fechar com o Esquadrão, e alguns são de peso. Entre eles estão o atacante Lucca (Corinthians), o volante Anselmo, 30, (Al Wehda) e o lateral-esquerdo Júnior Tavares, 22 (São Paulo). Além do volante Petros, 30, e do zagueiro Bruno Uvini, 28, ambos do Al-Nassr.
O atacante Lucca deve ser confirmado ainda nesta semana. O jogador, que pertence ao Corinthians, estava no Al-Rayyan, do Qatar. Por lá, ele fez 27 jogos e 13 gols.
Lucca despertou a atenção dos grandes times do futebol brasileiro quanto atuava pelo Criciúma, onde jogou até 2014, marcou 28 gols e, entre os feitos, ajudou o time a conquistar o aceso à Série A. E pela Ponte Preta, em 2017, com 24 gols em 61 partidas.
O atacante de 29 anos teve passagens apagadas por Corinthians, Cruzeiro, Internacional e Chapecoense.
Élber aprova Lucca
Companheiro de Lucca na época de Cruzeiro, em 2013, o atacante Élber, em entrevista coletiva, ontem, no Fazendão, comentou sobre a possível chegada do amigo. "Na verdade, eu nem sabia. O Lucca é um atleta que eu já começo, trabalhei no Cruzeiro. Tem uma bola parada boa, bom chute. É um atleta de grupo. Espero que nos ajude até o final da temporada", falou.
O veloz atacante tricolor também falou sobre o momento que vive com a camisa azul, vermelha e branca. Segundo ele, esse é o melhor momento da carreira.
"Acho que sim, até pela sequência. Pela maturidade que alcancei. Hora de marcar, de atacar, de fazer jogadas. Feliz pelo momento, pela equipe. Espero a cada jogo aprender mais com o professor Roger".