Últimas notícias

Vídeo: Deam procura acusado de estupro em Feira de Santana

A Delegacia de Atendimento à Mulher de Feira de Santana (Deam) está à procura de um homem suspeito de estuprar uma mulher, no bairro Cidade Nova, em Feira de Santana.
A delegada Maria Clécia Vasconcelos informou ao Acorda Cidade que a polícia já está com as imagens de câmeras de monitoramento de segurança e pediu para que quem tiver informações sobre o acusado que possa passar para a polícia. A delegada frisou que a violência contra a mulher é um problema recorrente em Feira de Santana e que há um crescente número de ocorrências. 
“Nesse caso específico, as imagens passaram por um tratamento para ficar com melhor nitidez. A vítima já foi submetida a todos os exames periciais, já prestou declarações e agora nós precisamos divulgar essas imagens do momento em que ela foi abordada e compelida ao ato sexual para que quem conheça o indivíduo que corresponda àquelas características nos ligue. Nos informe, pelo Cicom, através do 190, do telefone da Deam 3602-9190, ou qualquer outro canal que faça chegar essa informação sem risco nenhum de se expor”, afirmou.
A delegada relatou que o estupro aconteceu nas primeiras horas da manhã, quando a vítima se dirigia ao trabalho. O acusado a abordou e cometeu o crime atrás de um caminhão que estava estacionado na rua.
“Ocorreu em um horário onde há menos transeuntes. É o horário em que as pessoas precisam trabalhar. Às vezes, labutam em bairros distantes e precisam pegar um coletivo. Aí se tornam presas fáceis desses indivíduos. O acusado tem estatura mediana, 1,70 de altura aproximadamente, cabelos curtos e cor morena. As imagens estão sendo disponibilizadas para que ele pare na cadeia e se junte a tantos outros. Porque esse é o lugar onde indivíduos que agem dessa forma devem estar”, acrescentou.
Clécia Vasconcelos informou que a investigação de crimes de estupros é muito complexa e que, a cada mulher que denuncia, cerca de sete deixam de denunciar. De acordo com ela, o número de mulheres que denuncia é bem menor. Infelizmente muitas mulheres ainda se calam.
Os crimes sexuais geralmente são acompanhados de crimes contra o patrimônio, os suspeitam geralmente levam os pertences das vítimas. Vão intencionados a praticar o roupo e diante do contexto que muitas vezes encontram acabam perpetrando o estupro. (Acorda Cidade)