Últimas notícias

Maia pretende tirar 'radicalismo' de debate sobre excludente de ilicitude na Câmara

[Maia pretende tirar 'radicalismo' de debate sobre excludente de ilicitude na Câmara]

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pretende promover um debate amplo sobre o excludente de ilicitude, ponto considerado polêmico do projeto anticrime proposto pelo governo federal. Em entrevista à agência de notícias Broadcast Político, do jornal Estadão, o parlamentar comentou o texto que será avaliado pelos deputados.

A movimentação de Maia ocorre após a morte da menina Ágatha Félix, de apenas oito anos, no Rio de Janeiro, após uma operação policial. "Ampliar o debate não tem nada de errado", disse o presidente da Câmara. "Quando você radicaliza o debate, tira o racional para encontrar soluções", afirma Maia.

O projeto é defendido pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, e pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR). No domingo (22), eles defenderam nas redes sociais o excludente de ilicitude e tentaram tentam evitar que o caso da morte da menina Àgatha dê fôlego para os opositores da medida.