Últimas notícias

Romeiro que morreu atropelado por ônibus iria a Aparecida agradecer por cirurgia, diz esposa


A esposa do romeiro Manuel Santos dos Anjos, que morreu atropelado por um ônibus de uma banda católica na Dutra neste sábado (28), disse que ele seguia em peregrinação para o Santuário Nacional de Aparecida (SP) para agradecer pelo resultado de uma cirurgia. "Ele foi agradecer uma cirurgia de hérnia que deu certo", disse Cristiane Silva.
Ele caminhava pelo acostamento, no trecho de Aparecida, quando foi atingido pelo coletivo da banda Rosa de Saron. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista disse que perdeu o controle da direção e o veículo invadiu o local onde Manuel estava.
Segundo a esposa, era a primeira vez que Manuel fazia uma peregrinação até a Basílica de Aparecida. O corpo do romeiro será velado a partir das 18h no velório municipal de São José dos Campos, cidade em que morava.
"Ele queria vir a pé e não tinha vaga no grupo da igreja. Ele insistiu, até que na quinta uma pessoa desistiu e ele veio", disse.
Manuel tinha 47 anos e trabalhava como ajudante geral. Devoto da santa, ele saiu a pé de São José na tarde de sexta-feira (27). Outros dois homens que estavam com ele não foram atingidos no acidente.