Últimas notícias

Cantor sertanejo é condenado a 30 anos de prisão por matar companheira a facadas

Medina

O cantor sertanejo Antônio Marcos Bueno foi condenado a 30 anos de prisão por matar a companheira, Camila Lourença, a facadas. O crime ocorreu em abril do ano passado. 

O julgamento foi realizado nesta terça-feira (1/10), no Fórum de Araraquara, em São Paulo. Após quase 9 horas de sessão, Bruno foi condenado ao regime fechado por homicídio, feminicídio, motivo torpe e meio cruel. 

Além do réu, quatro testemunhas foram ouvidas - entre elas, parentes de Camila. A decisão cabe recurso.

O CRIME 

Camila Lourença, 32, foi morta em uma residência no Jardim Higienópolis, após uma discussão com Bruno, então namorado. 

O rapaz, que era cantor sertanejo, desferiu várias facadas contra a companheira, que morreu no local. A mãe de Bruno e outra pessoa também ficaram feridas, ao tentar contê-lo, e foram socorridas pelo Samu. 

Em depoimento, Bruno confessou que cometeu o crime, por não aceitar o fim do relacionamento.