Últimas notícias

Suspeito de matar enteado diz que cometeu o crime porque criança chorava demais


O homem suspeito de matar o enteado de quatro anos a facadas confessou o crime e afirmou que matou o menino porque ele estava chorando demais. A mãe do menino também foi ferida. Ela está internada em um hospital em Salvador. Em depoimento à polícia, o homem disse que tinha esfaqueado a mulher por conta de uma traição e que decidiu agredir também o menino “porque ele chorava e gritava demais”.

O crime foi iniciado dentro do banheiro, enquanto o suspeito e a mulher tomavam banho. Eles estavam se relacionado há cerca de um ano e meio. A vítima morava em Salvador com o filho, mas foi para a cidade de Santo Antônio de Jesus para passar o final de semana com o homem. Enquanto a mulher estava no banheiro, ele foi na cozinha e pegou a arma escondia.

Após ser atingida pela primeira vez, a vítima correu e tentou se jogar da janela do quarto. Ao ouvir o choro do filho, a mulher voltou para buscar a criança, mas continuou sendo esfaqueada. Por conta disso, ela pulou da janela e o homem ficou no imóvel sozinho com o menino. A mulher foi atingida com oito facadas, já o menino recebeu 20 golpes. O corpo do garoto já foi sepultado.