Últimas notícias

Após desmentir boato, porta-voz da Presidência garante pagamento do 13º do Bolsa Família


Após informação de que o programa Bolsa Família não teria recurso para pagamento do 13º, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou na última quarta-feira (20) que o pagamento do benefício extra do Bolsa Família está totalmente garantido.

“Eu conversei com o ministro Osmar Terra [Cidadania], ele esclareceu algumas informações equivocadas em relação ao pagamento do 13º. Os recursos financeiros existentes são suficientes para arcar com os pagamentos que têm início previsto para 11 de dezembro”, disse Rêgo Barros.

O porta-voz disse que o próprio Ministério da Cidadania poderia esclarecer a fonte dos recursos. Caso a reserva do programa Bolsa Família seja insuficiente, o próprio ministério pode remanejar dinheiro de outras áreas.
A informação de que não haveria recurso suficiente foi divulgada em reportagem da Folha de S. Paulo.

Promessa de campanha eleitoral de Bolsonaro, o pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família a todos os beneficiários do programa foi anunciada em outubro, com a edição da Medida Provisória (MP) Nº 898. O adicional totaliza uma injeção extra de R$ 2,58 bilhões na economia.

Atualmente o programa atende 13,5 milhões de famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e de pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais por membro.

O benefício, que será pago em dezembro, concede a cada família o valor de R$ 189,21.