Últimas notícias

Lula dispara contra “lado podre” do Brasil e fala para militantes: “Alimento que eu precisava”


Após ser solto da cadeia, na tarde desta sexta-feira (08), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) discursou na porta da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde estava preso. O petista disparou contra o “lado podre” da Justiça brasileira, atacando a Polícia Federal, Ministério Público e Justiça Federal.

Ainda em conversa com os militantes, o petista agradeceu os 580 dias de vigília pela soltura dele. “A vida inteira tive conversando com o povo brasileiro, eu não pensei que no dia de hoje eu poderia estar aqui conversando com homens e mulheres que durante 580 dias gritaram aqui. Não importa que estivesse chovendo, que estivesse 40 quarenta graus, todo santo dia vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir”, afirmou.

A decisão pela liberdade de Lula foi tomada nesta sexta, após o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba aceitar o pedido de soltura do ex-presidente, solicitada pela defesa. A solicitação foi feita pelos advogados de Lula após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar a prisão depois de condenação em segunda instância.

O petista ficou preso por um ano e sete meses, na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.