Últimas notícias

Em nota, Kannário critica “excessos” da PM e diz que não “irá se calar”


Em nota enviada ao Informe Baiano na noite desta segunda-feira (24/02), o cantor e deputado federal Igor Kannário ratificou que uma guarnição da Polícia Militar agiu de forma agressiva contra os foliões da sua pipoca e “solicitou uma abordagem adequada dos profissionais”.

O artista também “enfatiza que não irá se calar quando excessos forem cometidos, como ocorreu nesta segunda”. Veja abaixo o comunicado.

Nota de Kannário

O deputado federal Igor Kannário vem a público esclarecer os fatos ocorridos nesta segunda-feira (24) durante a passagem da pipoca do cantor pelo circuito Osmar (Campo Grande). Kannário informa que, ao observar um tratamento agressivo de alguns policiais militares contra foliões, solicitou uma abordagem adequada dos profissionais. O deputado ressalta seu respeito e admiração pela instituição Polícia Militar, que tanto se dedica diariamente aos baianos. Contudo, Kannário enfatiza que não irá se calar quando excessos forem cometidos, como ocorreu nesta segunda. O parlamentar baiano frisa, ainda, que este foi um caso pontual da atuação da PM durante a passagem da pipoca do Kannário pelo Campo Grande. Inclusive, no início do desfile, o cantor pediu aplausos para a PM e para os policiais que estão trabalhando arduamente neste Carnaval. Destaca também que sua pipoca foi, mais uma vez, um grande sucesso de público, com uma linda festa no circuito Osmar, marcada pela paz e pela diversão dos foliões. “Mantenho meu imenso respeito pela Polícia Militar, valorosa instituição que tanto orgulha a Bahia. Mas ressalto que não vou me calar diante dos excessos, ainda mais contra a minha pipoca, que saiu das favelas para fazer uma festa linda na Avenida. Sou um político que tenho lado, e meu lado é o povo”, ressaltou.