Últimas notícias

Decarga descobre galpão com cargas de medicamentos e baterias roubadas e prende 4 pessoas





Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubo e Furto de cargas (Decarga) estouraram um depósito com cargas roubadas na Rua Tomé de Souza, no conjunto Feira IX, em Feira de Santana, e prenderam quatro homens, nesta quarta-feira (29).

No local os policiais encontraram medicamentos e baterias, além de placas de veículos que eram usados para despistar a polícia. O delegado Gustavo Coutinho, titular da Decarga, informou ao Acorda Cidade que as investigações começaram em Serrinha, onde há estabelecimentos que estavam revendendo baterias.Desde o início da manhã desta quarta-feira a Decarga estava em diligência na cidade de Serrinha, tentando recuperar uma carga de baterias, que tinha sido roubada e o caminhão estava desaparecido também. Prendemos dois receptadores e dois motoristas que estavam envolvidos no desvio deste carga. Com isso, através de investigações conseguimos localizar um galpão na entrada do Feira IX, onde o caminhão estava preparado para ser desmanchado e parte da carga da bateria. Vasculhamos melhor o local e identificamos um local no subsolo onde estava guardada uma carga de medicamentos, muito valiosa. Estes medicamentos tinham sido roubados há cerca de cinco ou seis meses. O proprietário do depósito é um receptador muito conhecido, não estava no local ou conseguiu fugir, e encontramos apenas o filho dele como 

Depósito subterrâneo (Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade)
Segundo Gustavo Coutinho, os dois receptadores presos possuem lojas de som automotivos na cidade de Serrinha, e os motoristas venderam a carga e o caminhão por R$ 150 mil.
“Quando prendemos os motoristas eles confessaram e nos trouxeram até este galpão. A carga de medicamentos está avaliada em torno de R$ 1 milhão. Suspeitamos que este galpão seja um local de desmanche de caminhões e armazenagem das cargas. Aqui os veículos são adulterados com novas placas e remarcação de chassis. Vamos investigar essa parte e encaminhar para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos para prosseguir com as investigações. O medicamento estava armazenado, mas eles procuram primeiro um receptador para depois transportar durante a noite para outros estados.
Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade