Últimas notícias

Bolsonaro diz que não aceitaria impeachment e que usará as Forças Armadas se preciso


O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), já se mostrou incomodado com a situação da divulgação de seu exame de detecção do novo coronavírus em algumas oportunidades. O site O Antagonista afirmou que, no dia 22 de abril, durante uma reunião ministerial, Bolsonaro disse que não aceitaria ser alvo de um impeachment.

O presidente completou dizendo que não aceitaria deixar seu cargo por um motivo banal “uma porcaria de exame”, e ressaltou que ele é o comandante das Forças Armadas, e que as usaria se fosse necessário “para evitar um golpe”.