Últimas notícias

Salvador: Bairro de Castelo Branco vive final de semana de terror com 3 mortes e ataques do BDM



Os moradores do bairro de Castelo Branco, em Salvador, viveu o pior final de semana do ano no sábado (24/10) e no domingo. Três mortes foram registradas e diversos ataques da facção Bonde do Maluco (BDM) aos rivais aconteceram. Além disso, policiais militares tentaram controlar a situação e foram recebidos a tiros em pelos três ocorrências.

Os três homicídios foram registrados no sábado. O primeiro caso foi no início da manhã, por volta das 5h30. O dono de um bar, identificado como José da Conceição, 45 anos, teve a casa invadida por integrantes do BDM, na Rua Poço de Caldas. O trabalhador foi morto a tiros e teve o corpo jogado pela janela de casa. O crime revoltou a comunidade, pois o rapaz não era envolvido com a criminalidade.


De acordo com a fonte do Informe Baiano, um grupo que atua na localidade conhecida como Antártica foi o responsável pelo crime bárbaro e ao sair da residência, gritava: “É BDM ou não é?!”. Os traficantes suspeitaram que a vítima estava dando apoio a uma facção rival. Ainda de acordo com a fonte do IB, dois criminosos que participaram do ato são conhecidos como “Neto” e “Meleca”.


Por volta das 16h40, na Rua Roberto Albergaria, ocorreu o segundo homicídio. Um rapaz não identificado foi atingido por tiros e morreu na hora. A suspeita é que o crime também foi praticado por traficantes de drogas.


Por fim, às 18h20, aconteceu o assassinato de Marcelo da Paz Santos, 34 anos. O homem foi morto na Rua Lindolfo Barbosa, na localidade conhecida como “Creche”, onde traficantes trocaram tiros em menos três oportunidades durante o final de semana. A motivação do homicídio de Marcelo é apurada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que também investiga as outras duas mortes.