Investigado em CPI, prefeito manda recado para Câmara e diz que não aceitará pressão motivada por interesses pessoais - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Investigado em CPI, prefeito manda recado para Câmara e diz que não aceitará pressão motivada por interesses pessoais



 Desde que a CPI das cestas básicas foi instaurada pela Câmara de Vereadores, na última quinta-feira (6), o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), investigado na ação, ainda não concedeu entrevistas à imprensa sobre o assunto. Mas, na manhã desta segunda-feira (10), a assessoria de comunicação do gestor divulgou um vídeo em que Colbert faz uma série de declarações.

De acordo com Colbert, ele tem a consciência tranquila sobre a sua responsabilidade de cuidar da população feirense e do uso do dinheiro público.“A maior responsabilidade de um prefeito é cuidar bem das pessoas e cuidar muito bem do dinheiro público. Estou com a consciência absolutamente tranquila de que tenho esta responsabilidade. E para cumprir esse objetivo eu preciso enfrentar grandes desafios administrativos e políticos, que fazem parte da vida de todo prefeito. Não tenho medo de nenhum desses desafios, porque tenho muita disposição para trabalhar e enfrentar situações difíceis como estamos enfrentando nesta pandemia. Continuarei sendo responsável com a aplicação dos recursos públicos”, declarou.

Ele disse ainda que não aceitará nenhum tipo de intimidação por conta de interesses pessoais de ninguém.
“Não sou apegado a erros e garanto a vocês que não vou ceder a nenhum tipo de intimidação, de ameaça ou pressão, para satisfazer interesses pessoais de quem quer que seja. Para mim estão sempre em primeiro lugar os interesses da nossa comunidade, e o bem-estar da minha gente de Feira de Santana. Com o seu apoio, com a sua força e com a força do povo da minha terra, ficaremos firmes para fazer uma Feira cada vez melhor”, disse o prefeito Colbert.

A CPI busca apurar a distribuição de cestas básicas pela Secretaria de Desenvolvimento Social à população durante a campanha eleitoral para reeleição do prefeito Colbert Martins. À época, o atual secretário de Agricultura e Recursos Hídricos do município, Pablo Roberto, estava à frente da Sedeso.

De acordo com o vereador Silvio Dias (PT), há indícios de irregularidades na compra das cestas, além da possibilidade de crime eleitoral por parte da administração municipal com a distribuição dos alimentos à população carente em período de eleições.

Caso fiquem comprovadas as denúncias, segundo Silvio Dias, poderá ocorrer um impeachment do prefeito do município, Colbert Martins