Universal é condenada a indenizar homem que diz ter atuado em falsa cura - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Universal é condenada a indenizar homem que diz ter atuado em falsa cura





 A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada pela Justiça de São Paulo a

 pagar R$ 40 mil de indenização a um recepcionista, de 39 anos, que é dependente químico. Na ação, o usuário de cocaína afirma ter sido procurado em 2018 por dois pastores da igreja que o “induziram” a participar do programa “Cura dos Vícios”, exibido pela TV Record. As informações são do Uol.

De acordo com o recepcionista, no palco, ele percebeu que tudo não passava de uma fraude, que estava sendo usado como fantoche em um falso show com a finalidade de arrecadar dízimos. Ainda segundo o homem, ele teria ficado constrangido e chegou a fingir que realmente estava curado.

“Logo que saiu do palco, sua primeira atitude foi informar que não autorizava a utilização de sua imagem e do seu nome já que tudo não passava de uma fraude”, afirmou a defesa do recepcionista à Justiça. Apesar dos pedidos, o programa foi transmitido na TV.