Kannario reafirma apoio à emenda antiprivilégio: “Estado deve gastar mais com o povo, não com ele próprio” - PORTAL FERRAZ E O POVO

Últimas notícias

Kannario reafirma apoio à emenda antiprivilégio: “Estado deve gastar mais com o povo, não com ele próprio”



 O deputado federal Igor Kannário (Democratas) voltou a demonstrar apoio às emendas antiprivilégio, que foram acrescentadas à reforma administrativa enviada pelo governo federal à Câmara dos Deputados. Kannário apoiou quatro emendas à reforma que visam mudanças nas regras do funcionalismo público, como a inclusão de profissionais do Judiciário e do Ministério Público na reforma e a proibição de férias de mais de 30 dias para servidores.“Faltam poucas assinaturas para que a emenda passe. Precisamos reforçar, agora, a importância da votação dessas emendas, do acréscimo delas à reforma, e da aprovação do projeto”, disse o parlamentar. “Nós temos um Estado rico de povo pobre. O Estado deve gastar mais com o povo, com serviços públicos de qualidade, não com o próprio Estado”, salientou.

O parlamentar destacou que as emendas vão contra privilégios do Judiciário, aposentadoria compulsória, verbas indenizatórias, supersalários e férias de 60 dias. “Aprovar a reforma irá impactar diretamente na desigualdade entre os servidores e os demais trabalhadores, além de reduzir o gasto do estado com essas injustiças”, declarou Kannário.

Kannário apoiou a emenda que prevê que servidores possam perder seus cargos por insuficiência de desempenho. Outra emenda inclui membros do Judiciário e do Ministério Público na reforma, ponto que é alvo de bastante discussão no Congresso Nacional e na sociedade atualmente.

O parlamentar também apoiou a proibição de que qualquer pessoa na estrutura do Estado possa tirar férias de mais de 30 dias e a inclusão de um dispositivo “antiprivilégio” na PEC, impedindo que as carreiras típicas de Estado possam ter férias acima de 60 dias, licenças-prêmio e que a aposentadoria seja utilizada como sanção para eventuais infrações.